Associação de Juventude da Candelária

Notícias

MENSAGEM DO DIA NACIONAL DO TEATRO AMADOR 2011

MENSAGEM DO DIA NACIONAL DO TEATRO AMADOR 2011


MENSAGEM DO DIA NACIONAL DO TEATRO AMADOR 2011


Para o teatro amador, como para o amador de teatro, todos os dias são o seu dia. Quando se ama, não se ama com data marcada nem por intermitências.
 
O amor é uma dádiva, não é um empréstimo. Não há calendário nem agenda para ele.

Um tempo houve, neste país, em que o teatro não existiria fora das duas maiores cidades se não fossem os amadores da arte dramática. Foram eles que acenderam e mantiveram acesos pequenos focos luminosos,
dispersos de norte a sul, que lhe assinalavam a presença. E fizeram-no assumindo riscos e enfrentando dificuldades de toda a ordem, desde a escassez dos meios aos rigores da censura.
 
Restituída a liberdade ao povo português, a presença do teatro amador pôde intensificar-se no tecido nacional, e a  força da sua intervenção desenvolver-se, ainda que haja outros obstáculos a vencer. Não para competir ou confrontar-se com o teatro profissional, o que não teria sentido, mas para continuar e levar mais longe, noutro plano, a função cultural que a ambos cabe e nem sempre este último se lembra de cumprir.
 
E chamar-lhe a atenção, também. Chamá-lo à ordem, quando for caso disso  - apeteceu-me escrever.  E afinal deixei escrito...
 
Muitas vezes disse que devo ao teatro amador algumas das mais puras emoções da minha incerta, descontínua e acidentada carreira de autor dramático.
 
Volto a dizê-lo em mais este Dia do Teatro Amador.
 
Dia longo, porque vai durar até ao dia 21 de Março do próximo ano.
 
E, certamente, de todos os que vão seguir-se-lhe.
 

Luiz Francisco Rebello
Dramaturgo


Segunda, 21 Março, 2011

Ver todas as notícias

Web Development © Via Oceânica 2010 - Todos os direitos reservados.