Associação de Juventude da Candelária

Notícias

Governo celebra contratos de apoio ao associativismo juvenil em valor superior a 400 mil euros

Teve lugar na passada quinta feira - dia 15 de Março a cerimónia de assinatura dos contratos do PIAJ – Programa de Incentivo ao Associativismo Jovem.

O Secretário Regional da Presidência considerou hoje que “os desafios para os próximos anos”, no âmbito da atividade das Associações de Juventude, colocam-se no “aumento do autofinanciamento e na otimização dos recursos existentes”, para os quais, defendeu, “cabe ao Governo e Associações, no diálogo estruturado que tem caracterizado o relacionamento, procurar novas ferramentas que valorizem o trabalho associativo, poupando recursos e criando novas oportunidades para os jovens dos Açores”.  

 

André Bradford, que falava na cerimónia de assinatura dos contratos do PIAJ – Programa de Incentivo ao Associativismo Jovem, salientou o trabalho que o governo dos Açores tem desenvolvido “na promoção da cidadania ativa e inclusiva dos jovens açorianos”, através da manutenção “de um apoio constante à ação do associativismo juvenil, seja pelo apoio financeiro direto às suas atividades, seja no contributo para a requalificação, aquisição ou construção das respetivas sedes e outros equipamentos”.

 

De acordo com o governante, o desenvolvimento das politicas públicas dirigidas aos jovens açorianos, impunha “a necessidade de constituir um sistema de apoios mais completo” e, por isso mesmo, o Governo dos Açores criou o Sistema de Incentivos ao Associativismo Juvenil, o qual “contempla apoios diretos, não apenas para o Associativismo Juvenil e Estudantil, mas também para a promoção do Empreendedorismo Social das Associações de Juventude, o apoio à participação em reuniões e congressos, a formação de animadores e dirigentes, o apoio a infraestruturas e equipamentos e, ainda, o apoio logístico e técnico ao associativismo jovem”.

 

Os contratos, assinados hoje, no âmbito do desenvolvimento do PIAJ, segundo André Bradford, “resultam do esforço que está a ser desenvolvido e implementado entre o governo e associações, o qual permite que se esteja a formalizar o financiamento aos planos de atividades de 20 associações, que abrangem a realização de 168 projetos já aprovados, apoio que atinge um total elegível de 425, 789, 28 Euros”.

 

O Secretário Regional da Presidência, considerou que, com mais este passo que foi dado na política de juventude que o Governo dos Açores está a desenvolver, “estão criadas as condições para que o associativismo juvenil seja observado como um sistema com uma função social ativa e positiva na sociedade açoriana, que potencia a iniciativa local, a motivação dos jovens, a sua mobilização para causas e a socialização, numa época de inúmeras dificuldades”.

 

As preocupações centrais da juventude nos Açores: emprego, mobilidade geográfica e territorial, acesso à cultura e à inovação, apoio ao empreendedorismo e autoemprego, segundo André Bradford, têm merecido, da parte do governo, “a maior atenção”. Para elas o Governo dos Açores “tem, não só dar respostas ao nível dos seus diversos departamentos, como também adaptá-las em função dos tempos e das circunstâncias.

 

Por isso, atendendo a essa preocupação, “a juventude foi um dos focos de atenção na recente adoção de medidas especificamente direcionadas para a dinamização do mercado laboral e da economia Açoriana e que e esperamos possam produzir resultados já a partir do segundo trimestre deste ano”, concluiu André Bradford.

 

Fonte: GaCS/LFC

Sexta, 16 Março, 2012

Ver todas as notícias

Web Development © Via Oceânica 2010 - Todos os direitos reservados.